4.9.13

Chinês de cinco anos torna-se piloto mais jovem do mundo


Um menino chinês de Nanquim, de cinco anos de idade, fez um voo solo em um avião ultraleve, tornando-se assim o piloto mais jovem do mundo. De acordo com o China Daily, o menino chamado de He Yide pilotou  a aeronave Bee 3 durante 35 minutos.

He Yide estava acompanhado por um instrutor, mas a maior parte do tempo o menino pilotava o avião sozinho. Segundo o pai do jovem piloto que gastou cerca de 30 mil yuan (cerca de $ 5 mil) aos cursos de pilotagem, He Yide já participara da regata e escalara o Monte Fuji, no Japão.

O pai do jovem piloto está sendo muito criticado pela imprensa chinesa pela educação rigorosa e ‘extremista’ que imprime no filho desde tenra idade. Duoduo começa os treinos no aeroporto perto das 5h da manhã e divide o resto do tempo entre treino físico e exercícios de matemática. Além desta prova de fogo, o pai já o submeteu a outras tanto ou mais complexas, como velejar barcos à vela, escalar o monte Fujyama ou correr sem roupa a uma temperatura de -13ºC.

Na China, o menino e seu pai são muito conhecidos: o pai da criança apresenta regularmente relatórios sobre o sucesso do seu filho no microblog Weibo (equivalente chinês do Twitter).

Fontes: Rádio Voz da Rússia / Sol (Portugal) / Aviation News

2 comentários:

Ronaldo Schuler disse...

Louco. Merece ser processado e o filho ser doado a pais mais competentes. Nada de orgulho nisso. Criança precisa é brincar.

Anônimo disse...

....enquanto isso ,no Brasil, nossos pilotos vivem na incerteza, muitos perderam seus empregos, a Aviação vive uma crise, mais uma das inúmeras que já vimos.