16.8.08

No chão, Vasp pode ir à falência

Justiça proíbe Canhedo de deixar o País

O Tribunal de Justiça de São Paulo está na iminência de decretar oficialmente a falência da Vasp, companhia que parou de voar em 2005 e está há dois anos em processo de recuperação judicial. A decisão de decretar a falência foi tomada pelos próprios credores, em assembléia realizada no dia 17 de julho.

Pouco depois, o juiz Alexandre Lazzarini, da 1ª Vara de Falência e Recuperação de Empresas, expediu ordem à Polícia Federal impedindo que o empresário Wagner Canhedo, controlador da Vasp, e sua família, deixem o País.

O juiz Lazzarini também vem determinando a devolução das áreas mantidas pela Vasp nos aeroportos do País. Uma da últimas áreas a ser devolvida é justamente o hangar de Congonhas. Segundo a Infraero, "a reintegração (dessa área) encontra-se em fase de execução".

As áreas da Infraero estavam entre os principais ativos da Vasp e hoje estão sendo disputadíssimas por outras companhias. No mercado, comenta-se que a Azul Linhas Aéreas, que deve iniciar operações até o final do ano, estaria negociando a possibilidade de ficar com as áreas do aeroporto Santos Dumont, no Rio. A intenção seria transferir para o antigo hangar da Vasp a área operacional da empresa.


A Infraero foi um dos principais credores a votar a favor da decretação da falência, ao lado de alguns advogados trabalhistas e do fundo de pensão Aeros. Os sindicatos de aeronautas e de aeroviários votaram contra. "As chances de recebermos alguma coisa vai ser muito pequena", diz o representante do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Marco Reina. "São 5 mil credores trabalhadores e o cobertor é curto para pagar todo mundo."

A dívida da Vasp é estimada em R$ 2,5 bilhões. Além dos aviões, a empresa possui 450 imóveis, avaliados em R$ 200 milhões.

Mas a Vasp ainda pretende lutar pela sua sobrevivência. Segundo o interventor da companhia Roberto de Castro, a empresa vai entrar com recurso para tentar impedir a decretação de falência. "O argumento a favor da decretação é de que a empresa não cumpriu com seu plano de recuperação. Mas nós fomos impedidos de cumprir o plano justamente por decisões judiciais", defende Castro. "O plano dependia da venda de ativos, mas o próprio Tribunal de Justiça concedeu liminares nos impedindo de vendê-los."

SUCATA

Os "esqueletos" dos Boeings 737-200 da Vasp chamam a atenção durante a feira de jatos executivos Labace, que acontece até hoje no hangar da companhia aérea em Congonhas . A Vasp possui uma frota de 31 Boeings, todos em franco processo de depreciação.

Fonte: Estado de SP

9 comentários:

Carlos Eduardo disse...

Parabéns pela reportagem e pelas fotos. Tive o prazer de trabalhar na VASP (SDU) e tenho grande admiração por esta empresa.

Bento Junior disse...

Infelizmente a VASP é só história. O que o Canhedo fez não tem perdão. Só lamento pelos milhares de pais de família que estão jogados á propria sorte...

Fábio G disse...

Trabalhei na VASP de 1986 a 1992. Incríveis o descaso e a complacência com que os crimes da Quadrilha Canhedo foram encarados por grande parte do chamado "poder público". Uma vergonha nacional. Foi em grande parte em função disso que muitos de nós perdemos a confiança no sistema e no mercado de trabalho brasileiros e decidimos continuar nossas carreiras no exterior.

Maria Cecilia Silva disse...

Infelizmente a VASP foi decretada a falencia quando o senhor Canhedo assumiu a Companhia, fez dela benefício exclusivamente próprio.
Hoje várias familia a própria sorte e o governo demora com a ações, Varas Trabalhistas negam o direito de trabalhadores, por a empresa estar em recuperação."Que recuperação".
Meu marido é um dos antigos funcionários da VASP saiu meses antes da tal crise e até hoje nem a tal recisão foi feita. "2.000".
Tem ganho já na "Justiça" uma boa quantia mas cadê a tal "Justiça".
Talvez ela só seja realmente para os Canhedos.

Rafael Matera disse...

Antes de tudo muito obrigado pelos POSTs...

Vou apenas enfatizar a principal idéia de todas as pessoas que escreveram p/o Blog, a VASP foi destruída por uma gestão desastrosa do Sr. Canhedo.

Um abraço

RAFAEL MATERA

Anônimo disse...

ola meus querido amantes da aviaçao posso afimar que a vasp ira decolar ate meados de junho de 2009 pois veio um louco e comprou neste mes informaçoes fide digna de confiança pode esperar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

30/08/11 o filho da puta do canhedo acabou com os meus sonhos desculpa gente mas estou muito chateado

Alexandre de Oliveira Almeida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Xandao disse...

Foi bom enquanto durou...a aviação no Brasil 'é assim mesmo, as companhias ficam por um tempo... Sugam ao máximo, não pagam seus credores direito e depois fecham ou são vendidas a outros Países (como no caso da Tam) e quem sempre paga o preço são os funcionários. Foi-se a época de que aviacao era coisa séria... Hj em dia nao passam de grandes ônibus com asas.