11.2.12

Campuseiros simulam voo em réplica idêntica de avião


Simulador de voo é usado por escolas para ensinar pilotos de verdade

Os campuseiros que sempre quiseram ter a sensação de como é pilotar um avião de verdade podem matar essa vontade na Campus Party deste ano. O desenvolvedor de software João Ricardo Pagotto trouxe para o evento o simulador que constrói desde 2004. O equipamento, apesar de estar na área de jogos da arena, não é simplesmente um game: totalmente montado no Brasil, tem o painel idêntico a um avião de verdade e é usado no treinamento de pilotos.

"Eu sou fã de simulador desde 2002, e comecei a achar muito limitado pilotar só com manche e pedal", afirma o desenvolvedor. Ele construiu do zero um painel idêntico ao Cessna Grand Caravan, e desenvolveu os APIs para que os comandos do painel se integrassem com o software do simulador desenvolvido pela Microsoft, o Flight Simulator. O painel é virtual, com duas telas que mosgtram os comandos idênticos - e totalmente funcionais - do avião de verdade.

"Começou como diversão e hoje é uma fonte de renda", afirma Pagotto. Ele aluga o simulador para aeroclubes, que usam o equipamento nas 40 horas obrigatórias em um simulador de voo exigidas para que um piloto tire a licença para voar. Além do painel, o sistema desenvolvido por ele tem também um computador que simula a torre de controle. "É possível simular de tudo, alterar as condições climáticas e até simular panes", afirma.

Para que o equipamento fosse usado em treinamentos de pilotos, ele foi todo construído em cima das normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), com um custo total de R$ 100 mil. Com um equipamento tão completo, será que os campuseiros conseguem pilotar a máquina? "Eu queria que os campuseiros tivessem a sensação de como é pilotar um avião, com todos os seus controles. Mas eu tiro algumas limitações para deixar mais fácil. Uma angulação errada na hora da decolagem pode causar uma pane no avião. Com todas as funcionalidades, seria como pegar um avião pela primeira vez", conta.

Fonte: Terra

2 comentários:

Anônimo disse...

?

Cmte.Eduardo disse...

Onde que isso é idêntico ao real, sou piloto de Caravan, e isso esta longe de ser igual ao real, pode ser parecido, mas igual não é.